segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Presente, pra mim?

Cecéu é levado, não desperdiça travessuras, mas ainda não sabe mentir que nem gente grande.

Viu as unhas vermelhonas da madrinha e para o constrangimento geral arrematou:

- Nossa madrinha, que unha horrível!

Exibiu sorriso de covinhas malandras e convidou a recém ofendida para jogar bola.

Adora ganhar presentes, tadinho, mal sabe que o verdadeiro presente é ele...

♥♥♥
Making-Off

Cecéu é meu presente, ganhei-o de uma amiga incauta, que me convidou a ser madrinha do danadinho que habitou sua barriga.
Entre outras peripécias ele gosta de beijar selinho, brincar na água, ouvir conversa de adulto, e usar tatuagens de chiclete.

Em tempo: Madrinha é cargo vitalício.

2 comentários:

Maria Lúcia disse...

Amei seu mini conto, Lulu!
Você foi genial, retratando seu afilhado.
Não conheço outra madrinha tão dedicada, de verdade!
Você é dez.Brinca de jogar bola, rola na grama , tem paciência com ele. Telefona toda semana, passa natal, ano-novo, niver, tudo.
Você é uma grande MÃEDRINHA!
Beijocas iluminadas para uma encardida.
Maria Lúcia.

Carol disse...

Amei suas palavras, retrata exatamente quem ele é..... Parabéns por tudo, pelas palavras bem colocadas e por toda sua dedicação..... Amo vc e a cada dia vejo q vc é a pessoa certa na hora certa.....