terça-feira, 17 de maio de 2011

Ira

Ao atravessar a lama, fotografou a cena causadora da fúria
Bendita sejas tu Santa do Pau Duro, pendurada nas marmitas alheias.
No sorriso beato a promessa dos milagres à pronta entrega
Acendes velas que sabidamente não vais apagar
No seu encalço, o rastro da discórdia e o fervor da ira

Making-off
Desde o século passado a mesma estratégia de azedar o pé do frango.
Essa Santa é do Pau Duro ou do Cu Oco?

Na agenda do pecado ainda faltam:
Avareza e Gula