segunda-feira, 27 de março de 2017

COMO SALVAR UM DOMINGO

Diz que Domingo é dia de louvor,  o caso é que se trata de dia meio sem jeito, na antecedência da o/tediosa segunda-feira, ar fúnebre, enterro do fim de semana.

Para salvar esse dia, necessitou dormir menos, tomar mais café, teve os precisamentos de uns cabra descendo de caçamba de picape, feito figurante de filme de gangue mexicana, teve de  virar torneirinha de carburador, pedalar quicks sem miséria, improvisar carga em bateria preguicenta, uma pega outra morre conforme a combinação.
Para salvar, teve de formar o tradicional  "Trem Ostentação", empurrar Chopper birrenta que esperneou e quis carona, providenciar a santa gasolina nossa de cada dia...
Precisou também de sol amigo reluzente nas motocas, de lanche no capricho, de bebida de vikings ou botequentas, chope de Tuk-Tuk, e água gelada.

Para salvar, salvar mesmo o domingo, precisou das velharias barulhentas, motos clássicas  e traquitanas orgulhosas, de mancha de óleo e ferrugem, e mais e mais amigos, encardidagem geral, abraços sem frescuragem, felicidade estampada em couro e cromados, de causos de viagens, de lembrar asfalto passado e combinança do asfalto no por vir.

Precisou também de futuros pilotos, de criançada danada, de tatuagem de chiclete, e fiéis escudeiros caninos, de malvadões e malvadinhas, Cangaceiros e Lobos e tantas outras cores. Teve precisão de uns marvados firme nos organizamentos e na função, e sai pra lá tentação!

Para o salvamento, careceu de live Rock&Roll, da leal banda, que tardou mas não falhou, e de garotas e cabelos e cores, de um pouco de batom e tatoos, precisou da noite chegar de fininho, do batidão da traquitana no caminho de volta,  e não ligar a televisão. 

Making-off
6º Evento de Springers e Motos Clássicas de Santo André, emplacou em mais um domingo salvo.

Agradecimentos a todos que participaram e de quebra ajudaram no salvamento...