sexta-feira, 22 de julho de 2011

Capitão, eu te amo !!!!

Descobri que amo cada pedacinho seu, tudo que você é, e onde me leva, melhor ainda uma parada fora da lei no acostamento do acostamento
Vulto do vale, assombrado pela luz preguiçosa da lua minguante
Cheiro orvalhado de mato, vento frio e aquele céu...
Até que enfim Minas Gerais ensinou a fronteira paulista a fazer aquele céu de inverno estreladão que só Minas Gerais sabia fazer.

Making-off
SP 008 Rodovia Capitão Barduíno, asfalto no caminho da carroça, eu te amo de dia, de noite, ou de madrugada.